Michel Marques dos Reis, Representante Comercial
  • Representante Comercial

Michel Marques dos Reis

São Paulo (SP)
30seguidores425seguindo
Entrar em contato

Recomendações

(82)
Christina Morais, Advogado
Christina Morais
Comentário · mês passado
Esclarecimentos de ouro! Eventualmente, quando o cliente não pode ou não quer pagar pela representação por advogado, podemos inclusive, cobrando pela consultoria e parecer, orientar o cliente a se virar sozinho. No entanto, o que eu vejo é que as pessoas vão à Justiça "sem advogado", mas também sem nenhuma orientação. Veja bem: a lei não te obriga a somente comer comida feita por uma cozinheira profissional, mas se vc não sabe cozinhar, vai precisar dela. Terá que contratar uma cozinheira ou comer comida comprada pronta, logicamente, feita por uma profissional. Ah, mas eu sei cozinhar. Ótimo. Mesmo assim, alguns pratos exigem que vc consulte uma receita previamente. É justamente por saber cozinhar que vc é capaz de decifrar a receita e elaborar o prato. Mas vc precisa de instruções, ainda assim. A mesma coisa é com o advogado. Vc pode ser uma pessoa culta, alguém com vasto conhecimento geral em várias ciências, ser um profissional das áreas gerenciais, como administrador, engenheiro ou contador e por um fato ou outro ter alguma afinidade com o Direito, em razão da sua profissão e/ou especial detenção conhecimentos gerais acima da média. Mesmo assim, vc não é advogado profissional e para encampar uma ação "sem advogado", precisará das instruções de um. Como no caso da receita. É justamente por ter intimidade com o Direito que numa ação de menor complexidade vc pode se arvorar a representar a si mesmo, desde que esteja devidamente instruído. Não sendo esse o caso, não se iluda: não é porque a lei não "te obriga" que vc "não precisa"!. Já vi casos de perda da ação de forma irreparável, porque o cidadão, orientado por algum serventuário irresponsável que o convenceu "não ser necessário advogado", encampou uma ação sem pé nem cabeça, sem sequer apresentar provas do que alegava. Noutro caso, até o pedido estava errado. Todo cuidado é pouco.
Christina Morais, Advogado
Christina Morais
Comentário · há 2 meses
Essa história é um absurdo total. Ela era escrava mesmo. Não era nem filha e muito menos empregada. Se fosse pra ser filha seria tratada como os irmãos, teria uma cama num quarto da casa, teria suas coisas, usaria de tudo que todos usam, estudaria nas mesmas escolas, chamaria os "algozes" de pai e mãe (e lógico, eles não seriam algozes). Receberia amor e carinho, teria roupas compradas nas mesmas lojas, visitaria os mesmos médicos e dentistas e logicamente, nem preciso dizer, o único serviço doméstico seria fazer a própria cama, lavar a própria louça e eventualmente AJUDAR a mãe ou até mesmo a empregada da casa a fazer alguma coisa, pois essas pequenas tarefas domésticas fazem parte do dia a dia de qualquer morador de uma residência e nós, q fomos EDUCADOS de verdade, começamos cedo a ter responsabilidades. Mas não dá pra comparar com a situação da solange. q era de escrava mesmo. E uma escrava mal tratada, pra piorar. Eu vi a reportagem com ela. A ouvi testemunhando. A vida deixa marcas visíveis numa pessoa. É notório a qualquer um que ela não recebeu boa educação de uma família amorosa. Ela não tem o porte de quem teve educação de nível de classe média. É uma pessoa muito humilde e que graças à Deus, com a maturidade, tomou a decisão de assumir as rédeas do próprio destino e com ajuda de uma pessoa, conseguiu desvencilhar-se daquele cativeiro. Que Deus ilumine agora o seu caminho e a proteja de todos os males, pois ela ainda é uma pessoa vulnerável e agora, pra piorar, é uma pessoa vulnerável com um milhão para receber, o que pode atrair outros malfeitores e aproveitadores, pois ela não aprendeu (porque não teve a chance) a administrar nem a mesada da merenda, muito menos qq remuneração justa por seu trabalho, imagina uma bolada! Acho que juridicamente ela já está amparada, mas ela ainda precisa de orações.

Perfis que segue

(425)
Carregando

Seguidores

(30)
Carregando

Tópicos de interesse

(13)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Michel

Carregando

Michel Marques dos Reis

Entrar em contato